quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Armadilha


Sou caco de vidro

De um mosaico não construído

E seria flor

E seria lírio

Como aquele que encantou

Os olhos do Profeta

Os olhos do Poeta dos Poetas

Num maravilhoso entardecer.


Sou parte de um todo que não há...


Seria beleza

Alvo de contemplação

Mas não passo de armadilha

Mas não passo de ferida

A passantes desavisados

Que olham o céu

Não o chão.

9 comentários:

Sandro Ataliba disse...

A rosa e seus espinhos fazendo escola no mundo não-natural.

-ana vitória disse...

Oii! Faz umtempinho q eu fecheio o meu blog
Agora eu reabri ele, estamos com novo lay, novo url! TUDO!
Tem selinho p vc q segue já vaz um tempinho!
Tô te esperando lá!
http://by-my-self.blogspot.com/
Beijos!o

Rafael A.M. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Rafael A.M. disse...

Caí na armadilha....Mas quem disse que quero sair?

Brilhante....Abraços.

Drica Fernandes disse...

O blog 10 coisas, deseja muito sucesso para seu blog em 2012.
Além disso, muitos seguidores, parcerias, comentários, etc.
Kisses, love and rockets!
http://10coisas2.blogspot.com

Robson Ojuarah disse...

gostei dos versos...

se possível, visite meu blog

www.semente-terra.blogspot.com

Ah Curiosa! disse...

Oi flor, amei o blog, bem legal e interessante!
Seguindo, se poder segue lá! bjos

http://ahcuriosaa.blogspot.com/

Glaucia disse...

Conheci uma ótima ferramenta de divulgação de site e blogs
Aumente os acessos em sua página na internet
Cadastre-se gratuitamente e divulgue seu blog: http://www.1000000devisitas.com/1987

Anônimo disse...

pois é, me sinto as vezes como caco de vidro tentado me consertar mas ai quando percebo nada posso fazer e acabo contemplando o céu com esperança ...