quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015

Deus

quinta-feira, fevereiro 05, 2015 0 Comments

Quando eu penso em Deus
Penso em tudo
Menos Nele
Enxugo gelo
Agarro o vento
Ao pensar Nele
E Ele ri de mim
E eu, resignado,
Acabo rindo com Ele.

Quando falo de Deus
Falo de tudo
Menos Dele
Dialogo com o espelho
Lambo o cotovelo
Ao falar Dele
E Ele se cala
E eu, resignado,
Me calo com Ele.

Quando sonho com Deus
Sonho com tudo
E às vezes sonho
Ele
Entre imagens e projeções
Um Menino
Sonhando sorri
E eu, estupefato, acordo
Ao descobrir que era
Desde sempre
Sonhado por Ele.