domingo, 10 de novembro de 2013

Amor bobinho

domingo, novembro 10, 2013 0 Comments


Hoje fui tomado por
uma espécie de romantismo
tão inocente,
extravagante,
que gritei quase em um canto:

Conhecer você
é amar você.
Quando eu te vi
foi amor sem fim
E eu amo.
Eu amo.
Amo.

Quero estar com você
num triste entardecer,
pois sei que o teu olhar
vai me iluminar.

Conhecer você.
é amar você.
Quando eu te vi
foi amor sem fim.
E eu amo.
Eu amo.
Amo.

Você não está aqui
e eu preciso te sentir.
Volta e me diz
que você nasceu só para mim
(e eu só para ti).

Conhecer você
é amar você.
Quando eu te vi
foi amor sem fim.
E eu amo.
Eu amo.
Amo...