domingo, 11 de outubro de 2015

Saudades

domingo, outubro 11, 2015 0 Comments





Sinto saudades daquele tempo em que você aparecia
Eu corria, sorria, sofria... como quem diz...fica!

Sinto saudades do encontro casual de nossas melancolias

Do seu cheiro originário
Do meu olfato aguçado

Sinto saudades do brilho dos seus olhos a iluminar os meus dias

Do seu sorriso esbranquiçado
Do meu entusiasmo declarado

Sinto saudades das nossas conversas

Do seu coração resignado
Do meu olhar apaixonado

Sinto saudades das nossas juras de amor

Do seu silêncio contido
Do meu rubor adormecido

Sinto saudades das nossas trocas de correspondências

Do seu papel amarelado
Do meu desejo desenfreado

Sinto saudades do ontem, do depois, e do jamais.

Da sua face rente a minha
Do meu colo junto ao seu

Sinto saudades das nossas mãos entrelaçadas

Da sua textura de pele
Da minha alegria breve

Sinto saudades do seu calor humano

Da profundeza de sua alma
Do encontro de duas áureas

Sinto saudades de nós dois

Do seu aconchego
Do meu cobertor

Fica!