sábado, 25 de abril de 2009

Transição



Meu abrigo mais reluzente é o da juventude.

Meu pueril momento de fragmentação.

Minha ideal realeza e satisfação.


Meu primeiro mictório foi o chão.

Meu brinquedo favorito, só sensação.

Minha história é feita de imaginação.


Meu coração pulsa e pula em magnitude.

Meu corpo é só conversão.

Minha voz fala por gravação.


Meu umbigo foi cortado no momento da criação.

Meu sentimento mais sublime se rende à ficção.

Minha alma comporta toda e qualquer emoção.


Meu momento de crescimento se deu na mocidade.

Meu carrinho de mão foi feito com coração.

Minha infância eu passei na contramão.


Meu temperamento incontido precisa de maturação.

Meu orgulho de nada serve na oblação.

Minha louca vida é santificação.


Meu estado atual é inconstante.

Meu desejo se compactua em consideração.

Minha vida se resume em transfiguração.


Meu pensamento é pura realidade de vida.


14 comentários:

JuANiTo disse...

Bela expressão das palavras...
Todos nos enfrentamos esse momento de transição por um longo período...
Às vezes mais evidente, às vezes menos...
Abraço!

JúNiOr_DeSeNhO disse...

Muito legal!

Dá ontade de ler sem parar... Gostei das rimas!!

Nely Ladislau disse...

Na inconstância da vida, seu pensamento com certeza é pura realidade!
Parbéns pelo belo texto, super expressivo e pelo blog!

Emanuel Fagundes disse...

muito bom o uso das palavras

mano maya kosha disse...

vagando, circulando, compreendendo, e por vezes, se afastando, alimentando a memória, com aquilo que foi história, e coisas que se transformando em glória ... dias melhores não virão, enquanto dias de outrora não retornar ...

Tchezar disse...

Bem triste, mas muito bonito...
É uma visão triste da vida muito bem expressa por você!
Parabéns pelo blog!

Se puder: http://ponderamentosmeus.blogspot.com/

Genilson disse...

Cara você se expressa muito bem, gostei muito desse poema. Parabéns. Da uma passadinha no meu, também escrevo poemas...

http://genilsonaraujo.wordpress.com

Rubens Rodrigues disse...

O título deu idéia da transição davida para o espírito, mas o texto deu uma sensação de moçidade, foi proposital?
Belas palavras =)

Cruela Cruel Veneno da Silva disse...

me estado atual é gorda, muito gorda

bom texto, parabens

Tchezar disse...

Opa! Vou ver se mudo a cor da fonte... Deve ter mais gente que não se agrada, rs!!

Vou seguir aqui!!

Abraço

ittalo disse...

muito interessante sua poesia, caracterizada as expressões sentimentais que estão dentro de você, e soube passa-las com palavras!!
italo

Sergio Ma disse...

Vi-me inserido nesse contexto de coisas...rsrs...
Há sensibilidade e criatividade,numa forma intimista.
Parabéns pelo blog!!

Se quiser,visite o meu blog(POEMANDO):
http://poemandonanet.blogspot.com/

Loana Karen Lins de Medeiros Dantas disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Loana Karen Lins de Medeiros Dantas disse...

Nossa que foto linda, mas bela mensagem
na constante da vida seu pensamento é bem real parebéns pelo belo texto amei continue assim sempre que Deus ilumine sua mente proteja os seus passos.