domingo, 19 de abril de 2009

Ela e os Tomates


Ela acordou, ou melhor, foi acordada com o som irritante do despertador e sofreu mais uma vez na cama quente o grande dilema matinal. Jogar contra a parede o motivo do seu despertar e continuar a dormir ou se levantar e desligá-lo.
Como sempre, ela se levantou e desligou o despertador.
Banho.
Escovou os dentes e como o espelho estava embaçado nao contemplou seu rosto. Penteou o cabelo como pode e saiu, como sempre, atrasada.
Enfrentou o trânsito infernal.
Estacionou o carro.
E, antes de entrar no escritório, tropeçou num cesto de lixo e eis que seus olhos contemplaram alguns tomates que apodreciam.
Olhou a sua roupa e os sapatos. Estavam limpos. Voltou o olhar para os tomates. Continuavam a apodrecer e a expelir um cheiro insuportável. Tinha algo escuro que navegava sobre o líquido asqueroso.
Sem jeito para recolher os tomates, ela os deixou ali e foi trabalhar.
Trabalhou mecanicamente, como sempre. Desejou mais uma vez o seu chefe, apesar de ele ser vulgar e de se vestir horrivelmente.
Algo a incomodava, mas ela não sabia o que.
Trabalhou até às 17 e depois voltou à casa no mesmo trânsito infernal.
Chegou.
Banho.
Comeu alguma coisa diante da novela das oito. Amou e o odiou a tonta da mocinha.
Escovou os dentes e mais uma vez recusou o confronto com o espelho.
Colocou o relógio para despertar para o dia seguinte.
Apagou as luzes.
Cama.
No meio do breu ela descobriu o que a incomodava e subitamente começou a soluçar e a balbuciar repetidamente na cama ainda fria.

Eu não quero apodrecer...



(Narciso)

13 comentários:

MARCOS LEITE(POETA D'ALMA) disse...

heheheheh....parece que essa pesonagem tinha algo...eu nãoentedie o final,mas sei que ela em sempre uma rotina desagradavel.

nobreza disse...

Sabe quando você lê um texto e fica embasbacado quando chega ao final, sem muitas palavras?

Pois é. Eis-me aqui.

Um texto brilhante. Com a rotinazinha besta de sempre, apodrecia dia a dia. Tá, isso é o trivial do texto. Mas como isso foi escrito é que o tornou diferente.

Parabéns MESMO. Está excelente!

abs!

http://grooeland.blogspot.com

Mogui ; disse...

É isso que todos sofremos. O medo de estarmos apodrecendo por dentro sem perceber. Sem nos dar conta de que a vida está nos esperando. Eu tenho muito medo da rotina. Apesar de viver nela...

Adoro esse lugar! :D
textos lindos como sempre!
beijos!

Jéssica Modinne disse...

Os tomates eram os colegas de trabalho dela... Genial!
Ai, parabéns, incrivelmente inteligente!

Apodrecer só depende de nós; espero não apodrecer nunca.


www.hoppipollablog.blogspot.com

(( E r i k α l i c i o u s )) disse...

É, a rotina as vezes "apodrece" algumas pessoas.
Eu sou uma delas hehe!

De todos os blogs que hj visitei esse foi o melhor! Meu troféu vai p/ ti hj!
;)

Bjo!

Lemon Blog disse...

Muito bom o seu texto, parabéns!

Obrigado pelo comentário no meu blog.

Sucesso!

Renata, as Magnólias e a Estriquinina. disse...

me identifiquei muito com seu estilo de escrever.
excelente texto, envolvente e nada piegas.

Parabéns.

八神 ヴァル disse...

Nossa, essa moça parece o estereótipo da humanidade no seu sentido menos nobre e mais mecânico.
Ela mantinha uma vida comum, preocupando-se apenas com questões comezinhas como agradar o chefe deselegante ou tropeçar em algo fétido e preocupar-se unicamente com o estado impecável de seu uniforme de trabalho.
Mesmo assim, no final das contas ela não pôde fugir de si mesma...
O medo da podridão ou da morte revela tanto vaidade quanto ignorância.

diversasvagas disse...

Muito legal!

Floor de Liz disse...

rotina fdp!
eu odeio rotina, me deixa triste,desanimada,me deprime acordar todos os dias e imaginar que todos os dias serão iguais..é aonde, eu os mudo..
ahahhaa

bjao
e adorei o texto ^^


http://cogumeloerosa.blogspot.com/

Ana disse...

A rotina realmente é cruel. E o pior q as vezes a encobrimos ou ñ percebemos a dimensao da situação. A vida simplesmente passa, e não se aproveita nada. Esse texto é 'o despertador'.

Paulo Sarges disse...

Legal o texto, só cuidado com a repetição de palavras e algumas confusões com s e z.

=)

fica a dica, mas muito bom o post, vá em frente.

INDICOESSE disse...

Que bom que gostou!
:)
Vou voltar mais vezes aqui!
:*