segunda-feira, 3 de março de 2014

Sinal



Tiraram um pedaço de mim...
Um pedaço de mim está suspenso em algum lugar.
Ele sou eu?
ou
Eu sou ele?
Não, somos um?
Somos dois em um!
Ou melhor,
Éramos.
E eu, faço falta para ele?
Ao certo ele sente a necessidade da junção do todo que agora é parte
Do outro pertencente a ele e agora não mais
Da derme viva na epiderme hoje morta
Do buraco cindido
Da sutura acertada.

Minha outra parte
Meu sinal cárneo
Um sinal que sinalizava algo
Uma marca já pronunciada.

Tiraram um pedaço de mim...


Nenhum comentário: