sexta-feira, 26 de março de 2010

Contemplação



Vivo a te olhar

Quanto mais te olho mais desejo te olhar

Leio nos teus olhos o que tens a dizer

Vejo o seu brilho

A sua chama

E sua luz


Te observo incansavelmente entre outros olhares

Extasiada

Inebriada

Estagnada


Tens um olhar rasgado

Doce

Forte

Fixo

Penetrante

Enigmático


Espelho de minha alma

Olhar ávido

Impávido

Colosso

Deixa eu te olhar para sempre, deixa!


11 comentários:

Tássia disse...

gostei
visita?
www.walkingoncircles.blogspot.com

Graça Souza disse...

Gostei e estou indicando-o na minha lista de blogs, então por favor se possivel indique o meu: http://emanacoes.blogspot.com e o outro é: http://blogs.abril.com.br/xultun


bjks

Daniel Lima disse...

Texro forte e com bastante sentimento.
Parabéns!!
www.comdestaque.blogspot.com
www.sarau2eteres.blogspot.com

Heterogenia disse...

Gostei. Muito bom, parabens.

Beijoos

Igor Basílio disse...

Muito bom, o blog é ótimo e esse texto é muito bacana.

vanuza sabine disse...

*--* Mt boom mesmoo '

John disse...

bela mensagem. ;D

º°● Piter disse...

Me perco nesses textos, tão curtos e profundos!


=D

☠ BezziFierce disse...

Poeminha, poeminha *-*

- Q.
Não sei escrever - q

www.cremedentalnavagina.blogspot.com

Esther Saldanha disse...

Encantador como uma histórinha de contos de fadas.
Mas seu poema não tem muito ritmo.

Yordan Cavalcanti disse...

oLHA aii que beleza

palavras valem mais que frases quando bem ditas

mto legal