sexta-feira, 26 de março de 2010

Contemplação

sexta-feira, março 26, 2010 11 Comments


Vivo a te olhar

Quanto mais te olho mais desejo te olhar

Leio nos teus olhos o que tens a dizer

Vejo o seu brilho

A sua chama

E sua luz


Te observo incansavelmente entre outros olhares

Extasiada

Inebriada

Estagnada


Tens um olhar rasgado

Doce

Forte

Fixo

Penetrante

Enigmático


Espelho de minha alma

Olhar ávido

Impávido

Colosso

Deixa eu te olhar para sempre, deixa!