terça-feira, 6 de janeiro de 2015

É tarde?






Tarde é não dizer que te amo,
não sentir o teu cheiro característico da espécie

Tarde é amanhecer sem tua presença,
e mesmo assim achar tudo tranquilo

Tarde é sumir de vez da tua vida,
e não me despedir com um beijo

Tarde é sufocar o desejo de te embalar em meus braços,
e fazer delongas carícias em tua face

Tarde é poder viver a vida contigo,
e não desfrutar do teu amor

Tarde é perambular pela noite sem a tua presença,
e conviver deveras só

Tarde é não amar o amado
e não tê-lo em meus braços


Tarde é...

2 comentários:

martaluzgonçalves disse...

tarde é nao tentar jamais!

Astréia e Narciso disse...

É verdade, lindona!