sábado, 14 de abril de 2012

Faces


Tenho mil faces contidas em mim...

Faces obscenas,

iluminadas,

descabidas,

deslocadas,

Tenho mil faces contidas em mim...

Faces desavergonhadas,

debruçadas,

descoladas,

desconectadas,

Tenho mil faces contidas em mim...

Faces mil

Faces de facetas mil

Faces de arroio no cio

Faces...

Apenas mil

Oh, como desvendar o não desvendado?

Como saber o não sabido?

Como escutar o não audível?

Como revelar o não revelável?

São faces e mais faces que nada revelam em si,

Apenas revelam as faces das quais procuro em ti.

5 comentários:

Lucas Nuti disse...

Isso não tem deixa em crise? Super me deixa ter várias faces, não que eu queira!

Rafael A.M. disse...

Como sempre, sublimes...

Astréia disse...

Deixa sim Lucas, porém elas são imprescindíveis!

Amigo Rafael,ainda em falta com você, minhas mais sinceras desculpas!

Abraço!

Rafael A.M. disse...

Cara Astréia,
Para mim você está como no título que dei ao texto do link abaixo:


http://privacidadespublicas.blogspot.com.br/2012/04/em-pauta-mas-nao-em-falta.html

(num dos agradecimentos que me deu pelo que te fiz, você cometeu o meigo "ato falho" que comento nele...Abraços.

Rafael A.M. disse...

)