sexta-feira, 24 de setembro de 2010

Amada


Fiz para ti estes versos

Iluminados de nostalgia

Livre de qualquer ostentação

Onda do mar que me leva

Sois o sol que me guia

Ouves minha súplica, amada minha

Faça de mim sua morada

Invade e toma minha vida

Ainda que eu não possa enxergar

10 comentários:

victor.historia disse...

FILOSOFIA, belo poema, parabéns

www.despauterio.com

Macaco Pipi disse...

esse é a paixão do escorpião

Paradise Fashion. disse...

legal o blog


se puder, segue o meu tbm.
http://blogparadise-moda.blogspot.com/

Jorge Luiz disse...

Bem legal o texto, os versos, a poesia, a arte.

Muito legal mesmo.

Ganhe dinheiro em casa - Renda extra Trabalho em Casa

Marcus Vinicius disse...

Adorei seu blog. Parabéns!

Lívia Priscila M. disse...

Linda arte! Amei seu blog. =*

Karla Hack disse...

Muito legal este poema acróstico...
Ficou criativo!

;D

Éder disse...

Que poema filosófico...muito bem escrito! Parabéns pelo belo blog!

André Lucas de Almeida disse...

L-INDO!.

edipo disse...

IRMA...
AMEI ESSA POESIA SO NOIS MSMO FILOSOFOS BRASILEIROS...PARA APERFEÇOAR ESSAS LINDAS POESIAS...PARABENS PELA ESSA LINDA POESIA...ESPERO VER MUITOS E MUITOS MAIS POESIAS LINDAS COMO ESSA...POUQUISSIMA GENT NUM VER UM TRABALHO TAO LINDO COMO ESSE...

By. EDIPO DE ARAUJO BORGES[FUTURO FILOSOFO]