segunda-feira, 21 de junho de 2010

Engano



Queria que o momento vivido nunca se apagasse

Acho um só ponto

Vejo um só laço

Ouço um sonoro estrondo

Sinto um só segundo


Queria que o momento vivido se eternizasse

Mesmo nesse ciclo de exatidão

Nem que para isso ainda me falte chão


Queria que o momento vivido se configurasse

No calor do fogo

No labor do ócio

Na configuração da alma

Na cálida fala


Queria...

Queria....

Só querer!

9 comentários:

Mariana Leal disse...

peerfeito

Peco! disse...

Muito bom o blog, parabens! Entre no meu http://imagenspradescontrair.blogspot.com

Peco! disse...

Muito bom o blog, parabens! Entre no meu http://imagenspradescontrair.blogspot.com

L.A.G. disse...

Lindo!
Todo mundo já quiz que um momento fosse eterno!

Anônimo disse...

a vida é triste msm

Fabricio bezerra da guia disse...

bonito.só entendi depois de ver o final e vendo a imagem que ilustra

RehSantos disse...

escritor tbm não..:D

Victor disse...

O conteúdo é muito interessante e os conceitos também, mas a musicalidade desse poema é algo fantástico, adorei.

Giovan disse...

Profundo até demais....abraço

http://ahistoriacomoelafoi.zip.net/