terça-feira, 27 de abril de 2010

Amor inconstante



Meu amor...
Onde você está?
Te encontrei sem esperar
Sem saber que já tinha te achado
Sempre te procurei e, te procurarei se preciso for

Meu amor...
Me mostra caminhos não alçados
Ele me faz flutuar entre as nuvens
Fico leve ao conversar com ele
Sorrio para o nada
Flutuo ao andar
Me torno lerda
Perco a razão
Procuro um remédio
Um calmante, um relaxante muscular
Meu amor, às vezes me tenciona
Amor novo provoca tensão
Depois vem a reflexão
O relaxamento, até a contemplação

Meu amor...
Ele é só meu?
Não.
Ele é apenas meu amor
Meu suposto e, quem sabe
Provisório amor.

10 comentários:

Nina =) disse...

Legal seu blog =D

Quézia Albuquerque disse...

muito lindoo *-*

Rafael Queiroz disse...

legal

Giih disse...

Amar, querer, mprocurar, achar , encontrar, mas o melhor de tudo, ser encontrada, belo poema, belo sentimento

Wes. disse...

Orra que legal em... Vc mesmo que escreve? pq ta muito bom...!


http://sussegadis.blogspot.com/

Astréia disse...

Sim Wes, somos nós que escrevemos...

Obrigada pela visita e volte sempre!

Um abraço sussegado! :)

Wes. disse...

Pod dexa.. ta nos favoritos ;D

Letícia Escobar*-* disse...

lindo seu post *-*
bjus
http://socomigomesmo1.blogspot.com/

http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=101143661

http://pensamentosdale1.blogspot.com/
esses sao os meus e a comuh d 1 dels *-* bjubju

Elaine França disse...

Adorei seu blog!
Lindo mesmo!
estou te seguindo...se puder me seguir ficarei imensamente feliz!!
mil beijos!

Love and Peace, or else... disse...

O amor tem um gosto doce só de imaginar... De todos os sentimentos, esse é o mais saboroso de todos. Mas, há de haver cautela para não terminar em um vício...
Boa tarde!